Pare de dizer Diáspora

Colóquio dia 20 de Outubro

Quando nos referimos às várias comunidades portuguesas e lusodescendentes espalhados pelo mundo, nem sempre pensamos nas palavras que estamos a usar. É comum ouvir a palavra “diáspora” da boca de políticos, jornalistas e académicos. No entanto, essa palavra tem uma conotação claramente negativa aos ouvidos dos próprios lusodescendentes. Para explicar porquê e, pelo caminho, aproveitar para discutir alternativas e abrir a discussão entre portugueses sobre a realidade da comunidade nacional noutros países, a Associação Internacional dos Lusodescendentes (AILD) organiza o colóquio “Pare de dizer ‘diáspora’!”, um título imperativo que chama a atenção para este pequeno ponto de discórdia lexical, que a associação espera vir a ser o ponto de partida para boas e frutíferas discussões sobre os Portugueses no mundo.

O colóquio é organizado em colaboração com o Departamento de Línguas, Literaturas e Culturas da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Marco Neves, professor do departamento, explica que “além da história da palavra ‘diáspora’, o colóquio permitirá dar a conhecer alternativas e debater o discurso sobre os lusodescendentes no seio da comunidade nacional. Será também uma oportunidade para discutir a importância da terminologia nas relações entre grupos humanos.” O colóquio irá contar com a participação de individualidades políticas e culturais do nosso país, especialistas em linguística e lexicologia e lusodescendentes.

Organização
AILD – Associação Internacional dos Lusodescendentes
Departamento de Línguas, Literaturas e Culturas da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa
Responsável
Professor Doutor Marco Neves
Local
Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa
Data/Hora
Dia 20 de Outubro pelas 18:00 (duração – cerca de 2 horas)

Menu
error: O conteúdo está protegido!!